Emergências
Beiragás
800 508 800
+
Dianagás
800 020 039
+
Duriensegás
800 209 999
+
Lisboagás
800 201 722
+
Lusitaniagás
800 200 157
+
Medigás
800 500 063
+
Paxgás
800 020 041
+
Setgás
800 273 030
+
Saiba mais

Leituras

O operador de rede de distribuição é responsável por efetuar a leitura dos equipamentos de medição de consumo de gás nas instalações ligadas à sua rede, sem prejuízo do cliente poder efetuar e facultar essa leitura. A recolha de dados de Leitura dos contadores é efetuada presencialmente por um colaborador ao serviço da empresa distribuidora de gás ou através de sistemas de tele-contagem no caso de clientes com consumo anual superior a 100.000 m3 (n).

Comunicar Leitura
O contador é propriedade da empresa distribuidora de gás, que tem de ter livre acesso para efeitos de leitura ou verificação. O impedimento de acesso aos equipamentos de medição pode implicar interrupção de fornecimento por facto imputável ao cliente.

Comunicação de leituras

O Cliente tem várias formas de comunicar a leitura do seu contador de gás, nomeadamente:

  • Pontos de atendimento
  • Linha telefónica de comunicação de leituras 

No caso de fornecer a leitura de contador via contacto telefónico, o Cliente terá ainda de introduzir os 16 números do seu CUI, que pode consultar na fatura do seu Comercializador.

No caso em que o Cliente comunique a leitura ao Comercializador e este tenha implementado o sistema de mensagens automáticas para comunicação com o operador de rede de Distribuição, pode o Comercializador transmitir a leitura facultada através do fluxo de comunicação de leituras (J1).

Periodicidade de leitura

A leitura dos equipamentos de medição deve respeitar os seguintes períodos:

  • Para clientes com consumo anual igual ou inferior a 10.000 m3 (n) - ou seja, segmento doméstico e pequeno terciário - o intervalo entre duas leituras não pode exceder os 64 dias;
  • Para os restantes clientes, quando não disponham de equipamento de tele-contagem, a periodicidade de leitura é mensal.
  • Para os clientes com tele-contagem a leitura é diária.

Alerta: Se na leitura do contador não puder ser efetuada, o fornecimento de gás pode vir a ser interrompido.

Leituras Extraordinárias

Se, por facto imputável ao cliente, após duas tentativas, não for possível o acesso ao equipamento de medição, para efeitos de leitura, durante um período que não deve ultrapassar os 6 meses consecutivos, e não existindo qualquer comunicação por parte do cliente sobre os dados de consumo durante o mesmo período, o operador da rede de distribuição pode promover a realização de uma leitura extraordinária.

A data de realização da leitura extraordinária deve ser acordada entre as partes, sendo o pagamento dos encargos com a leitura extraordinária da responsabilidade do cliente. Na impossibilidade de acordo sobre uma data para a leitura extraordinária dos equipamentos de medição, num prazo máximo de 30 dias após notificação, o ORD pode interromper o fornecimento de gás.

Leituras Especiais

Sempre que o comercializador pretenda ter acesso à leitura do contador fora dos períodos de leitura instituídos, pode solicitar a qualquer momento uma leitura especial ao ORD.

Teleleituras

Nos clientes cujo consumo anual é igual ou superior a 100 mil m3(n) é instalada pelo ORD uma unidade para transmissão remota da medição efetuada (teleleitura), o que garante a disponibilização de informação do consumo em base diária (0h-24h) e as respectivas tarifas aplicáveis. 
Para aqueles cujas características de consumo se alterem, deixando de estar configurados com medição de registo diário, mas que mantenham o equipamento de medição e o sistema de teleleitura por opção do operador de rede, não lhes podem ser cobrados encargos correspondentes a equipamentos de medição de características superiores às regulamentares.

Este tipo de equipamentos de medição pode estar ainda disponível para os restantes Clientes não residenciais que optem por assumir o encargo da sua instalação. 
Nestes dois últimos casos o Cliente pode optar entre as tarifas de acesso às redes disponíveis com medição de registo diário ou de leitura mensal.

Métodos utilizados para cálculo de estimativas de consumo de Gás Natural


Quando não é possível efetuar a leitura do contador de um cliente, é necessário proceder a uma estimativa do consumo.
O método de estimativa é escolhido pelo cliente no momento de contratação do fornecimento do gás natural. Para saber mais, consulte a documentação.

Conversão de unidades de Leitura - Energia (m3 para kWh)

As unidades definidas para a medição do consumo de gás natural são o metro cúbico (m3) e o kilowatt-hora (kWh)

A generalidade dos contadores e demais equipamentos de medição registam o volume de gás natural (m3) nas condições em que este se encontra no momento da medição.  A conversão desta unidade para kWh tem em conta os seguintes parâmetros:

  • Poder calorífico superior do gás natural;
  • Volume de gás natural registado no ponto de medição.

contador
Operadores GN